O que é um diagrama de fluxo de processos?


Aprenda os fundamentos dos diagramas de fluxo de processos (PFD, em inglês), incluindo sua história, seus benefícios e dicas úteis. 

Quer criar seus próprios diagramas? Experimente o Lucidchart, é rápido, fácil e gratuito.
Crie um Diagrama
Quer criar seus próprios diagramas? Experimente o Lucidchart, é rápido, fácil e gratuito.

O que é um diagrama de fluxo de processos?

Um diagrama de fluxo de processos (PFD, em inglês) é um tipo de fluxograma que ilustra as relações entre componentes principais em uma fábrica industrial. É mais frequentemente usado na engenharia química e engenharia de processos, embora seus conceitos são, por vezes, aplicados a outros processos. É usado para documentar, melhorar ou modelar um novo processo. Dependendo do seu uso e conteúdo, também pode ser chamado de fluxograma de processo, fluxograma, diagrama de fluxo de bloco, diagrama de fluxo esquemático, fluxograma macro, fluxograma de cima para baixo, diagrama de tubulação e instrumentação, diagrama de fluxo de sistema ou diagrama de sistema. Utilizam uma série de símbolos e notações para descrever um processo. Os símbolos variam dependendo do lugar, e os diagramas podem variar de rabiscos simples e desenhados à mão a diagramas profissionais com detalhes expansíveis e produzidos com software.

 

 

Histórico

Este tipo de diagrama surgiu na década de 1920. Em 1921, Frank Gilbreth, engenheiro industrial e especialista em eficiência, apresentou o “gráfico de fluxo de processo” à sociedade americana de engenheiros mecânicos (ASME, em inglês). Ao longo das próximas décadas, o conceito se espalhou por toda a engenharia industrial, a fabricação e até mesmo aos negócios, na forma de diagramas de processos de negócios, e processamento de informação, na forma de diagramas de fluxo de dados e outros tipos de gráficos. 

Frank Gilbreth Sr

Propósito e benefícios

Um diagrama de fluxo de processos tem diversas finalidades:

  • Documentar um processo para um melhor entendimento, controle de qualidade e treinamento de funcionários.
  • Padronizar um processo para obter a melhor eficiência e constância.
  • Estudar um processo para fins de eficiência e melhoria. Ajuda a identificar passos desnecessários, gargalos e outras ineficiências.
  • Modelar um processo melhor ou criar um processo novo.
  • Comunicar e colaborar por meio de diagramas que dialogam com vários cargos na organização, ou fora dela.

Símbolos e elementos de diagramas de fluxo de processos

Os símbolos PFD mais comuns em uso hoje vêm de agências como a Organização internacional de normalização (ISO 10628 - Diagramas de fluxo para processos de plantas, Regras gerais), o Instituto alemão de normalização (DIN) e o Instituto nacional americano de padrões (ANSI). No entanto, muitas empresas utilizam seus próprios símbolos, que são muitas vezes semelhantes, mas variam à medida que ficam mais detalhada.

Veja uma lista abrangente de símbolos PFD aqui

Um PFD típico para um processo de unidade único contém os seguintes elementos:

  • Principais equipamentos: incluindo nomes e números de identificação. Exemplos incluem compressores, misturadores, recipientes, bombas, caldeiras e refrigeradores.
  • Tubulação de processo: move o produto, geralmente fluidos, entre peças de equipamento.
  • Direção do fluxo do processo
  • Válvulas de controle e válvulas críticas ao processo
  • Principais sistemas de derivação e recirculação
  • Dados operacionais: tais como pressão, temperatura, densidade, taxa de fluxo de massa e equilíbrio de massa-energia. Valores frequentemente incluem mínimo, normal e máximo.
  • Composição de fluidos
  • Nomes de fluxos de processos
  • Conexões com outros sistemas

O que excluir de um PFD

Normalmente, estes itens mais detalhados são omitidos:

  • Classes de tubulações e números de linhas de tubulações
  • Instrumentos de controle de processos
  • Valores de desvio menores
  • Válvulas de isolamento e de fechamento
  • Respiradouros e drenos de manutenção
  • Válvulas de alívio e válvulas de segurança
  • Informações de classes de código

Outros tipos de PFDs

Quando o diagrama precisa exibir vários processos de unidades em uma fábrica, torna-se mais um diagrama de visão geral, e contém menos detalhes. Estes também são chamados de diagramas de fluxo em blocos e diagramas de fluxo esquemáticos. Cada bloco pode descrever uma única peça de equipamento ou uma etapa de um processo. Um retângulo é normalmente usado para mostrar uma peça de equipamento, e rótulos ilustram funções. O fluxo de processo é geralmente exibido da esquerda para a direita, e as setas indicam a direção do fluxo.

Por outro lado, um diagrama de tubulação e Instrumentação (P&ID) é mais técnico, e descreve detalhes mecânicos para o uso de designers de tubulação, engenheiros elétricos, engenheiros de instrumentos e outros especialistas técnicos que precisam destes detalhes mais do que pormenores do processo. P&IDs usam aspectos conceituais de um PFD e acresentam detalhes sobre o equipamento, sequência do processo, tubulação de processo e instalação, linhas de desvio, instrumentos, válvulas, respiradouros, drenos e outros itens.

P&ID

Como investigar o fluxo do processos

  1. Defina o escopo do seu processo a ser estudado e o que espera como resultado.

  2. Decida o nível de detalhe necessário para o seu propósito. Para um processo sofisticado, diferentes versões do diagrama podem ser desenhados para comunicar com pessoas em funções diversas.

  3. Para um processo avançado, como aqueles em fábricas industriais, a investigação pode ser feita por uma equipe do projeto, o grupo de controle de qualidade ou um consultor. Para um processo menor e mais básico, você pode fazer isso sozinho, talvez começando com anotações.

  4. Estude os equipamentos, atividades e relacionamentos através de observação e entrevistas. Se você estiver modelando um processo novo, estude os dados disponíveis, incluindo as normas para o que estiver sendo produzido no processo.

  5. Desenhe um rascunho de um diagrama e confirme o desenho com pessoas envolvidas no processo. Em colaboração com essas pessoas, faça alterações, acréscimos ou supressões necessárias.

  6. Agora o diagrama pode ser utilizado para a sua finalidade de documentação, garantia de qualidade, melhoria ou qualquer meta que possa haver.

Dicas para diagramas de fluxo de processos

  1. Estes diagramas podem ter bastante valor, mesmo para processos básicos. Se você não tem experiência com PFDs, não tem problema. Comece recolhendo detalhes suficientes para a sua finalidade. Inicialmente, não se preocupe com o gráfico. Basta juntar informações em anotações em post-its ou folhas de papel.

  2. Passe a usar software de diagramação quando obtiver suas informações. Com software intuitivo como Lucidchart, é fácil criar diagramas profissionais para comunicar claramente um fluxo de processo para os seus colegas. O software também ajuda você a destacar dados ausentes em seu diagrama.

  3. Seja consistente com os seus símbolos para evitar confusão. Lembre-se do seu público-alvo, e faça o possível para dar-lhes o que precisam para atingir sua finalidade. Se você estiver usando software de diagramação, ele irá conter um conjunto de símbolos para sua utilização.

  4. Em um PFD sofisticado, pode ser necessário usar símbolos padrão, tais como ISO 10628, para comunicar claramente e colaborar com diversos públicos, como outras empresas ou agências.

  5. Inclua uma legenda de símbolos em seu diagrama para oferecer maior clareza.

Como criar diagramas de fluxo de processos no Lucidchart

Com o Lucidchart, você tem uma plataforma intuitiva para a criação de diagramas de fluxo de processos. Use nossa biblioteca categorizada de símbolos para transformar seu diagrama em uma apresentação profissional. E também é fácil colaborar com colegas por meio da nossa plataforma – você não precisa ficar enviando e recebendo gráficos por e-mail. As permissões podem ser definidas para visualizar, publicar comentários ou editar, a fim de sempre proporcionar o controle sobre o diagrama.

Toda a diagramação é feita na nuvem – não há necessidade de fazer download, basta apenas ter uma conexão à internet. O Lucidchart funciona em praticamente todos os sistemas operacionais e navegadores web. Faça uma avaliação gratuita no Lucidchart, e veja como é fácil criar diagramas de fluxo de processos.

Você já usou o Microsoft Visio para criar gráficos? Use nossa ferramenta de importação de arquivo para trabalhar nestes diagramas legados no Lucidchart, onde você pode visualizar e editá-los.