desafios no desenvolvimento de softwares

Como eliminar pontos problemáticos e reduzir riscos em projetos de software

Tempo de leitura: cerca de 11 minutos

Publicado por: Lucid Content Team

O processo de desenvolvimento de software pode ser tranquilo ou ser repleto de problemas. Muitas vezes, a diferença entre esses resultados se resume ao planejamento que você faz. Com a abordagem certa, você reduz o risco do seu projeto estourar o orçamento e sair do escopo. 

Siga estas práticas recomendadas para se manter no caminho. 

Arquitetura de desenvolvimento de software - primeiro passo 

Antes de a sua equipe de engenharia desenvolver um software, você precisa de um design de arquitetura de software. A arquitetura de software fornece um modelo que organiza e conceitualiza um sistema. Isso inclui o ambiente operacional do software, quais componentes o software deve incluir e todos os elementos e restrições estruturais a considerar. 

Sem um processo claramente definido, sua equipe pode encontrar muitas incertezas e complexidades na fase de desenvolvimento, o que pode gerar problemas não intencionais à equipe de engenharia. 

Principais problemas no desenvolvimento de software

Os projetos de software geralmente sofrem com pontos problemáticos, mas esse não precisa ser o seu caso. Incluímos dicas e práticas recomendadas para você gerenciar esses problemas antes que eles virem um problema incontornável.  

Expectativas irrealistas

No mundo real, nenhum projeto de software é perfeito, mas todo gerente e engenheiro de projeto procura o melhor resultado possível. Às vezes, no entanto, buscar a perfeição num requisito ou recurso significa sacrificar a qualidade dos outros. Os recursos do projeto são finitos, e diferentes recursos de design podem entrar em conflito entre si. As partes interessadas e os membros da equipe do projeto podem ter expectativas irrealistas sobre o que o produto final pode realizar. 

As expectativas imprecisas não acontecem apenas quanto aos requisitos do projeto. Talvez se espere que a sua equipe entregue os recursos e marcos com muita celeridade. Como sua equipe pode não estar adequadamente preparada para alguns problemas e desafios que surgem, as partes interessadas ficam surpresas quando algo dá errado. 

Essas discrepâncias nas expectativas podem surgir quando parte do processo de planejamento do projeto é ignorada. Antes que tudo dê errado, você precisa debater sobre quais obstáculos podem aparecer durante o desenvolvimento. 

  • Faça um brainstorm dos possíveis problemas: ao planejar o projeto, considere fazer uma análise SWOT (pontos fortes, fracos, oportunidades, ameaças). Algumas equipes observam os pontos fortes e as oportunidades, mas não dão a atenção devida aos pontos fracos e às ameaças. Pense nas fraquezas como obstáculos internos ou desafios; e nas ameaças, como fatores externos que podem dificultar o sucesso do projeto.

  • Esboce soluções com antecedência: escolha os problemas que você identificou e documente potenciais soluções para que a sua equipe gerencie, reduza, elimine ou evite riscos. Embora nem sempre seja possível identificar, com antecedência, todos os riscos e soluções possíveis, faça a lição de casa para antecipar possíveis desafios. 

Comece com o pé direito: registre os requisitos funcionais e outras informações essenciais num documento de design do software.

Veja como

Problemas na integração

Problemas de compatibilidade podem atrapalhar o projeto do software. Se o sistema final não emparelhar com as ferramentas existentes nas quais os usuários confiam, o projeto em geral pode acabar sendo menos útil, ou você talvez tenha que retroceder significativamente. 

Para evitar problemas na integração, use uma API (interface de programação de aplicações) ou conecte-se com outras tecnologias e forme parcerias estratégicas. 

  • Use APIs: com APIs que simplificam a interação entre seu sistema e as outras aplicações dos usuários, você mantém o foco da equipe de engenharia em outros problemas, como a interface do usuário e a funcionalidade do aplicativo. 

  • Forme parcerias tecnológicas: trabalhe diretamente com os desenvolvedores de outros software nos quais os usuários confiam para criar pacotes de software integrados vantajosos tanto para as empresas quanto para os usuários finais.

Falta de comunicação

Líderes de projeto, desenvolvedores e designers podem ter uma compreensão distinta dos requisitos do projeto. Isso pode complicar muito o processo de desenvolvimento e resultar em confusão e em mal-entendidos, o que pode atrapalhar o projeto ou atrasar marcos importantes. Por exemplo: se a equipe não entender completamente a visão apresentada pelo defensor do projeto, a implementação dessa visão pode resultar num produto acabado que não atende ao briefing. 

Para evitar que a falta de comunicação arruíne o projeto, você deve desenvolver um plano de comunicação e definir as expectativas desde o início. 

  • Evite suposições: os erros de comunicação geralmente são causados por suposições infundadas. A melhor forma de reduzir as suposições é sempre fazer perguntas. 

  • Envolva os usuários: os usuários e as principais partes interessadas precisam ter espaço para dar feedback e orientar a visão e a implementação do projeto. 

Estimativa errada dos custos gerais

Uma estimativa imprecisa dos custos no início do projeto pode resultar em recursos desperdiçados ou mal alocados. No fim, o projeto pode estourar o orçamento e custar muito mais do que o planejado pela liderança do projeto. Na melhor das hipóteses, o projeto sai um pouco mais caro, mas é bem-sucedido. No entanto, se o projeto ficar caro demais e ser inviável, é possível que sua organização precise cancelá-lo ou procurar recursos para cortar—o que, definitivamente, não é um resultado positivo. 

Para reduzir os riscos de estimar errado os custos gerais, faça o possível para determinar os custos antecipadamente e analisar os valores durante o projeto a cada marco atingido para ver se os gastos correspondem aos orçamentos da cada área do projeto. 

  • Seja flexível: saiba quando ser flexível no orçamento. Um bom plano de projeto deve ter certa flexibilidade orçamentária; o ideal é considerar possíveis aumentos ou alterações nos custos. 

  • Encontre faixas de preços: identifique, com antecedência, áreas potencialmente caras do projeto, juntamente com uma faixa que inclua as piores hipóteses. 

Falha na definição de um público-alvo

Os usuários e as principais partes interessadas são importantes em todo o processo de design e desenvolvimento, mas alguns projetos de software acabam não definindo adequadamente o público. Os projetos Agile têm o diferencial de considerar informações frequentes do usuário em todas as partes do processo de desenvolvimento. Sem um público-alvo definido, você pode acabar criando um software para todos ou para ninguém em particular. 

Faça muitas perguntas, faça o possível para encontrar usuários reais e envolva outras partes da sua organização. 

  • Converse com os usuários: reúna sua equipe com usuários de verdade e aprenda com as necessidades, interesses e expectativas deles. Essa prática pode ser inestimável para entender a experiência do usuário. O uso de pesquisas, grupos focais e reuniões, juntamente com entrevistas e testes beta somente para convidados fornece à sua equipe dados e testemunhos essenciais para moldar ainda mais o público-alvo e direcionar o curso do design e do desenvolvimento. 

  • Crie um mapa da jornada do usuário: analise sua pesquisa sobre a jornada do usuário e planeje como os usuários do software interagirão com o produto final. Use um diagrama para ver as etapas envolvidas da perspectiva do usuário. 

Modelo de fluxo da jornada do usuário
Fluxo de jornada do usuário (clique na imagem para modificar online)
  • Interligue os departamentos: além do design e da engenharia, você talvez descubra que a contribuição de outros departamentos também é essencial para definir seu público. As equipes de vendas e de suporte ao cliente, por exemplo, podem já passar muito tempo conversando com o público para o qual você está criando o software. Envolva-os. 

Influências no design

Todo projeto com diferentes partes interessadas provavelmente sofre muita pressão. Os clientes, o ambiente externo à empresa e os fatores internos podem afetar o design. Os gerentes de projeto e desenvolvedores têm a tarefa de gerenciar as expectativas e manter diferentes influências sob controle para que o resultado final incorpore as influências de todos, no nível e no grau corretos. A influência excessiva de uma das fontes pode atrapalhar o projeto em geral. 

Ao focar o design e criar uma experiência uniforme nas diferentes plataformas e modos de entrega, você garante que as influências gerenciadas no projeto não interfiram inadvertidamente no sucesso do projeto. 

  • Trace planos com um padrão: crie um padrão nos planos de design. Seja claro desde o início sobre onde esse padrão é importante. 

  • Gerencie expectativas: as diferentes expectativas de cada membro da equipe em relação ao design podem puxar o projeto em diferentes direções; por isso, faça de tudo para manter o foco das expectativas da equipe. 

Clareza nos resultados e falta de documentação

Uma documentação cuidadosa e a clareza nos resultados finais do projeto garantem que ele não termine fora do escopo. Ao deixar indefinidos os detalhes importantes, sua equipe é obrigada a decidir por conta própria, e essas decisões podem diferir do que as partes interessadas, os usuários e os líderes de projeto tinham em mente. À medida que o projeto avança e termina, a falta de documentação pode causar confusão, com os desenvolvedores tentando adivinhar o que os colegas de equipe pretendiam. 

Para evitar esses problemas, inclua uma documentação de qualidade e especifique os resultados que você precisa. 

  • Crie uma documentação completa: a documentação do software não deve ser consideração tardia. Inclua uma documentação no processo de desenvolvimento; ela deve ser útil, uniforme, padronizada e completa. 

Não tem tempo? Aprenda a criar e a gerenciar uma documentação técnica com mais rapidez.

Leia nossas dicas
  • Seja específico sobre os resultados: planeje a entrega de resultados específicos em cada sprint e seja claro sobre os requisitos, a qualidade e outras especificidades do escopo. 

Atrasos

Geralmente, o desenvolvimento de um software é muito rápido, a fim de acompanhar as expectativas do usuário e as metas da empresa. Infelizmente, atrasos às vezes acontecem, devido a desafios inesperados e não planejados. Você pode, pode exemplo, perder um membro importante ou encarar um problema de comunicação dentro da equipe. O atraso em um sprint pode afetar o sprint seguinte e tirar todo o cronograma do curso. 

Para evitar atrasos, é importante incorporar um tempo extra ao plano do projeto, nas áreas em que você notar possíveis problemas. 

  • Incentive a comunicação: peça para sua equipe expressar quaisquer preocupações sobre possíveis atrasos o quanto antes. Alguns membros podem ficar relutantes em dar uma má notícia, mas é melhor para sua equipe que isso se resolva o mais rápido possível. 

  • Deixe um tempo de "sobra": se você tiver certeza de que um determinado sprint pode atrasar, considere deixar um tempo de sobra no plano do projeto. 

  • Monte equipes experientes: às vezes, os atrasos ocorrem quando uma equipe de software ou de liderança de projeto não está familiarizada com um tipo específico de projeto. Chame líderes experientes para ajudar sua equipe a definir cronogramas realistas e a planejar os atrasos com antecedência. 

Controle de qualidade

Toda equipe de projeto deseja criar um software de qualidade, mas isso não acontece por acaso. A garantia da qualidade é necessária para que o software seja bem-sucedido no dia do lançamento. Reduzir a garantia da qualidade para cumprir um prazo geralmente resulta em mais trabalho e mais atrasos. 

Em outras palavras, a garantia de qualidade exige um processo formal e uma equipe de engenharia comprometida com isso. 

  • Crie um processo de qualidade: na fase de planejamento do projeto, converse com sua equipe sobre a qualidade e como o plano de garantia da qualidade do projeto ajudará você a revisar o código e a encontrar erros com antecedência. 

  • Incentive sua equipe: estimule-a a executar a fase de testes e os processos de garantia de qualidade. Incentive as boas práticas de qualidade. 

Seu projeto de software precisa de um planejamento consciente e do compromisso em seguir as práticas recomendadas para evitar as armadilhas mais comuns no desenvolvimento. Ao longo do projeto, mantenha a comunicação entre a equipe e incentive todos a seguirem os seus processos. 

Comece a diagramar com o Lucidchart hoje mesmo — gratuitamente!

Cadastre‐se gratuitamente

Sobre o Lucidchart

O Lucidchart é o aplicativo de diagramação inteligente que capacita as equipes a esclarecer a complexidade, alinhar seus insights e construir o futuro, mais rapidamente. Com esta solução intuitiva baseada em nuvem, todos podem trabalhar visualmente e colaborar em tempo real enquanto criam fluxogramas, maquetes, diagramas UML e muito mais.

O Lucidchart é a alternativa on-line ao Visio mais conhecida e utilizada em mais de 180 países por milhões de usuários, desde gerentes de vendas para mapear organizações-alvo a diretores de TI para visualizar sua infraestrutura de rede.

Iniciar

  • Preços
  • Individual
  • Equipe
  • Empresa
  • Falar com área de vendas
PrivacidadeJurídicoCookies

© 2022 Lucid Software Inc.