Diagram

Um mapa conceitual representa visualmente as relações entre ideias. Na maior parte das vezes, os conceitos são retratados como círculos ou caixas unidos por linhas ou setas que contêm palavras para demonstrar como as ideias se conectam. O mapeamento conceitual é uma ferramenta para organizar e estruturar conhecimentos, integrando informações novas e antigas para possibilitar uma melhor retenção e compreensão.

Leitura de 3 min

Quer criar seu próprio mapa conceitual? Experimente o Lucidchart. É rápido, fácil e completamente gratuito.

1. Selecionar um Meio de Desenho

Escolha um meio no qual desenhar seu mapa conceitual. Algumas pessoas preferem lápis e papel ou um quadro branco, enquanto outras usam softwares on-line especialmente desenvolvidos para a tarefa. Uma vantagem do último método é que suas informações serão salvas em um formato digital, facilitando o compartilhamento e a edição. Você pode escolher entre fazer o download de um software que rode em um único computador ou de ferramentas com base na nuvem que estão disponíveis em qualquer dispositivo habilitado com Internet.

Para cumprir com o propósito deste guia, procederemos como se você estivesse usando o Lucidchart. Você pode começar com os templates de mapas conceituais do Lucidchart. Quando seu mapa conceitual estiver completo, experimente exportá-lo como uma imagem ou compartilhe-o on-line.

2. Criar um Conceito Principal

Comece com um campo de conhecimento com o qual você esteja bem familiarizado. Determine uma ideia central que se conecte a todas as outras ideias no mapa. Se você não tem certeza por onde começar, tente identificar uma parte do texto, uma atividade na sala de aula ou um problema difícil que precise ser resolvido. Pode ser útil criar uma única pergunta, às vezes chamada de pergunta-foco, que especifica claramente o problema ou os problemas que o mapa conceitual ajudará a resolver. É importante criar um mapa conceitual que o leve consistentemente de volta a essa pergunta e sua resposta.

Diagramar é rápido e fácil com o Lucidchart. Faça uma avaliação gratuita hoje mesmo para começar a criar e colaborar.

3. Identificar os Principais Conceitos

Agora que você escolheu um conceito principal, o próximo passo é registrar os conceitos associados. Pense sobre ideias relacionadas e coloque-as na página. Esta lista também é conhecida como estacionamento e geralmente consiste em cerca de 15-25 conceitos-chave.  Descreva cada conceito o mais brevemente possível; geralmente uma ou duas palavras por ideia são suficientes. Manter as descrições concisas impedirá que o mapa fique "inchado" ou cheio de textos.

No Lucidchart, a maneira mais simples de registrar essas ideias é com as formas de fluxograma padrão. Escolha uma forma de que você goste—a maioria das pessoas usa caixas ou círculos—e arraste-a para a tela. Clique duas vezes sobre a forma para adicionar texto.

4. Organizar Formas e Linhas

Ordene cada um dos conceitos em um formato hierárquico, com as ideias mais gerais no topo da lista e as mais específicas na parte inferior. Você pode arrastar as formas para uma lista real, ou simplesmente organizá-las na ordem aproximada em que elas aparecerão quando o diagrama for concluído.

Seu mapa conceitual tomará forma enquanto você conecta as formas com linhas e determina o local correto para cada ideia. Lembre-se de que os mapas conceituais normalmente têm textos, ou palavras de ligação, escritos em cada linha. As palavras de ligação são úteis para definir claramente a relação entre um conceito geral e os conceitos mais específicos. O texto pode incluir um verbo específico, como "fornece" ou "engloba". Para digitar palavras em uma linha no Lucidchart, basta clicar duas vezes sobre a linha e começar a digitar.

Depois de criar este mapa conceitual preliminar com os links básicos, adicione links cruzados para ilustrar as relações entre diferentes domínios.

5. Ajustar o Mapa

À medida que você adiciona links a cada conceito, certifique-se de examinar cuidadosamente as relações que está ilustrando. Faça a si mesmo perguntas, como:

Cada elemento se encaixa bem em seu respectivo lugar?

Há uma posição melhor para esta ideia ou grupo de ideias?

Posso usar uma palavra de ligação mais precisa para representar essa relação?

Perguntas rigorosas como estas lhe ajudarão a melhorar o desempenho cognitivo e a desafiar o seu conhecimento sobre qualquer assunto.

Lembre-se de que este é um mapa preliminar que provavelmente precisará ser revisado. Pequenos ajustes em links e posições são particularmente fáceis de fazer quando se usa um programa de software on-line. O Lucidchart simplifica a reorganização de formas na página, adiciona notas e comentários complementares e aplica um estilo atraente ao diagrama.


Quer criar seu próprio mapa conceitual? Experimente o Lucidchart. É rápido, fácil e completamente gratuito.