Diagram Illustration

Conteúdo

Aprenda aspectos essenciais de BPMN e BPMN 2.0, junto com sua história, seu propósito, seus benefícios, símbolos, tipos de diagramas e dicas principais para a modelagem de processos de negócios.

Significado de BPMN

A Notação de modelagem de processos de negócio (BPMN, em inglês) é um método de fluxograma que modela as etapas, de ponta a ponta, de um processo de negócios planejado. Peça-chave na gestão de processos de negócios, representa de forma visual uma sequência detalhada de atividades de negócios e fluxos de informação necessários para concluir um processo.

exemplo de bpmn

Sua finalidade é modelar formas de melhorar a eficiência, representar novas circunstâncias ou ganhar vantagem competitiva. O método tem passado por uma nova padronização nos últimos anos, e agora é frequentemente chamado de: Notação e modelo de processos de negócio, mas ainda mantém a sigla BPMN. Ele difere do mapeamento de processos de negócios, que, por sua vez, diagrama processos atuais para fins de padronização, treinamento de funcionários, gestão da qualidade e conformidade de auditoria. BPMN também é uma contrapartida de negócios da Linguagem de modelagem unificada (UML), utilizada no design de software.

História recente

A Notação de modelagem de processos de negócio foi desenvolvida pela iniciativa de gerenciamento de processos de negócios (BPMI, em inglês) e já passou por uma série de revisões. Em 2005, a Object Management Group (OMG) assumiu a iniciativa. Em 2011, a OMG lançou BPMN 2.0 e mudou o nome do método para Notação e modelo de processos de negócio. Criou-se um padrão mais detalhado para a modelagem de processos de negócio, usando um conjunto mais rico de símbolos e notações para diagramas de processos de negócio. Desde 2014, a BPMN é complementada por um método de decisão de fluxograma chamado de padrão de modelo e notação de decisão, uma vez que a BPMN naturalmente não lida com fluxos de decisões.

Propósito e benefícios

Da perspectiva do alto nível, a BPMN é destinada a participantes e outras partes interessadas em um processo de negócio para aumentar sua compreensão por meio de uma representação visual prática das etapas. Em um nível mais envolvido, é orientada a pessoas que implementarão o processo, fornecendo detalhes suficientes para permitir a implementação precisa. Ela fornece uma linguagem padrão comum para todas as partes interessadas, seja técnica ou não técnica: analistas de negócios, participantes do processo, gerentes e desenvolvedores técnicos, bem como equipes e consultores externos. Idealmente, ela preenche a lacuna entre a intenção e a implementação de processos, fornecendo detalhes e clareza suficiente na sequência de atividades empresariais.

A diagramação é muito mais fácil de entender do que o texto narrativo. Ela permite a fácil comunicação e colaboração, resultando em um processo eficiente que produz um resultado de alta qualidade. Ela também ajuda na comunicação com documentos XML (linguagem de marcação extensível), necessários para executar vários processos. Um padrão principal XML é chamado de BPEL ou BEPEL4WS, ou seja, linguagem de execução do processo de negócios com definições de serviços web.

Elementos de BPMN

BPMN descreve estes quatro tipos de elementos de diagramas de processo de negócios abaixo:

  1. Objetos de fluxo: eventos, atividades e gateways
  2. Objetos de conexão: fluxos de sequência, fluxos de mensagem, associações
  3. Raias: piscina ou faixa
  4. Artefatos: objeto de dados, grupo, anotação

Estes são os elementos individuais e como são usados ​​para definir um processo de negócio:

Eventos

Um acionador que inicia, modifica ou completa um processo. Tipos de eventos incluem mensagem, tempo, erro, compensação, sinal, cancelamento, encaminhamento, link e outros. São representados por círculos contendo outros símbolos baseados no tipo de evento. São classificados como “throwing” ou “catching”, dependendo de sua função.

eventos bpmn

Atividade

Uma determinada atividade ou tarefa realizada por uma pessoa ou sistema. É representada por um retângulo com cantos arredondados. Pode tornar-se mais detalhada com subprocessos, loops, compensações e múltiplas instâncias.

Atividades BPMN

Porta de entrada

Ponto de decisão que pode ajustar o caminho com base em condições ou eventos. É representada por diamantes. Pode ser exclusiva ou inclusiva, paralela, complexa ou baseada em dados ou eventos.

 

Fluxo de Sequência

Mostra a ordem das atividades a serem realizadas. É representada por uma linha reta com uma seta. Pode mostrar um fluxo condicional, ou um fluxo padrão.

fluxo de sequência bpmn

Fluxo de Mensagens

Descreve mensagens que fluem através de “piscinas”, ou limites de organizações, tais como departamentos. Não deve ligar eventos ou atividades dentro de uma piscina. É representado por uma linha tracejada com um círculo no início e uma seta no final.

fluxo de mensagens bpmn

Associação

Representada por uma linha pontilhada, ela associa um artefato ou texto a um evento, atividade ou gateway.

Piscina e raia

Uma piscina representa os principais participantes em um processo. Uma determinada piscina pode estar em uma empresa ou área diferente, mas ainda envolvida no processo. As raias dentro de uma piscina mostram as atividades e os fluxos para um determinado papel ou participante, definindo quem é responsável pelas diferentes partes do processo.

raia piscina bpmn

Artefato

Informações adicionais que desenvolvedores adicionam para acrescentar um nível de detalhe necessário ao diagrama. Há três tipos de artefatos: objeto de dados, grupo ou anotação. Um objeto de dados mostra quais dados são necessários para uma atividade. Um grupo mostra um agrupamento lógico de atividades, mas não altera o fluxo do diagrama. Uma anotação oferece maiores explicações para uma parte do diagrama.

O que é modelagem de processos de negócios?

A modelagem de processos de negócios varia de diagramas simples e desenhados à mão àqueles mais detalhados com elementos expansíveis para fornecer pormenores de implementação suficientes. Na sua forma mais sofisticada, a BPMN é conduzida por analistas credenciados. O Object Management Group (OMG) fornece cinco certificações em BPMN 2.0, chamados de OCEB 2, que significa especialista certificado OMG em BPM 2.0. Pode ser orientada para os negócios, ou à área técnica. O OMG pretende que a BPMN 2.0 padronize a modelagem de processos de negócios da mesma forma que a Linguagem de modelagem unificada (UML) padronizou a modelagem de software.

A BPMN exige um compromisso de tempo e energia, mas os resultados de compreensão e melhoria podem ser enormes. A versão 2.0 proporciona um conjunto de símbolos e notações padrão mais ricos, oferecendo mais detalhes para aqueles que precisam.

A ideia por trás do gerenciamento de processos de negócios é criar um ciclo de vida de melhoria contínua. Os passos são para modelar, implementar, executar, monitorar e otimizar. Diagramas BPMN desempenham um papel fundamental para tal.

Submodelos dentro de um diagrama BPMN

Os diagramas são usados ​​para se comunicar com públicos diversos, tanto técnico quanto não técnico. Submodelos permitem aos diversos espectadores diferenciarem facilmente entre as seções do diagrama, encontrando o que mais lhes interessa. Os tipos de submodelos são:

  • Privados - Processos de negócios. Estes são internos e específicos a uma organização, e não atravessam piscinas ou limites organizacionais.
  • Abstratos - Processos de negócios. Estes ocorrem entre um processo privado/interno e outro participante ou processo. O processo abstrato mostra ao mundo externo a sequência de mensagens necessárias para interagir com o processo privado. Não mostra o próprio processo privado/interno.
  • Colaboração - Processos de negócios. Mostram as interações entre duas ou mais entidades de negócios.

Outros tipos de diagramas

Em BPMN 2, há estes outros tipos de diagramas: conversa, coreografia e colaboração.

  • Diagrama de coreografia: mostra interações entre dois ou mais participantes. Também pode ser expandido por subcoreografias.
  • Diagrama de colaboração: mostra interações entre dois ou mais processos, usando mais de uma piscina. Todas as combinações de piscinas, processos e coreografias podem ser usadas em um diagrama de colaboração.
  • Diagrama de conversa: no geral, esta é uma versão simplificada de um diagrama de colaboração. Mostra um grupo de trocas de mensagens relacionadas em um processo de negócios. Pode ser expandido por subconversas.

Principais dicas para a modelagem de processos de negócios

  1. Defina claramente o escopo do processo com um começo e fim.
  2. Mapeie primeiro o processo de negócios atual para destacar as ineficiências antes de modelar uma maneira melhor com BPMN.
  3. O objetivo é ter diagramas BPMN que se encaixam em uma página, mesmo que a página seja de tamanho de cartaz, como algumas são.
  4. Desenhe fluxos de sequência de forma horizontal. Mostre associações e fluxos de dados verticalmente.
  5. Você pode criar diferentes versões do diagrama para as diferentes partes interessadas, dependendo do nível de detalhe necessário para desempenharem suas funções.
  6. A BPMN não é apropriada para a modelagem de estruturas organizacionais, detalhamento de funções ou modelos de fluxo de dados. Embora a BPMN descreva alguns fluxos de informação nos processos de negócios, ela não é um diagrama de fluxo de dados (DFD).

Como modelar processos de negócios com o Lucidchart

É fácil criar modelos de processos de negócios com o Lucidchart. Depois de se cadastrar, acesse o sistema e crie um documento em branco ou comece com um template. Certifique-se de abrir a biblioteca de formas BPMN e, em seguida, arraste e solte as formas para a tela de desenho conforme necessário.

Você também pode estilizar linhas, formatar texto e reposicionar elementos para deixar tudo do seu jeito. Depois, basta fazer o download, exportar ou compartilhar seu diagrama como quiser.